terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

O Codozinho e a magia dos 40



Às vezes eu fico pensando nessa magia dos 40 anos da Mocidade Independente Turma do Saco. A data do aniversário é mais que simbólica, é uma invenção do Henrique Pilu, vocês sabiam? 12 de fevereiro era a data de aniversário de Os Intocáveis, o bloco tradicional que Henrique liderava e que eu não sei quanto tempo durou, eu só sei que quando eu cheguei ao Codozinho o bloco já não existia. Como a Turma do Saco surgiu após o término do referido bloco tradicional e, também sob a liderança do nosso Zeca Pilu, este resolveu transferir para a Turma do Saco a data de aniversário de Os Intocáveis.
Houve alguns que ao perceberem isso até quiseram mudar a data, mas, de pronto, todos notaram que isto era um detalhe de somenos importância, afinal, o bloco surgiu mesmo no mês de fevereiro, esta ou aquela data seria apenas um detalhe. Este não era um ponto de significativa discordância. Ninguém tinha nada contra o 12. E, então ele reinou até hoje.
O 12 tem a sua magia, o seu encanto. Tem a paixão que nos toca o coração. Faz-nos pensar que o mês de fevereiro é uma sequência de 12 e, o quadragésimo 12, eu creio, veio despertando amores latentes, paixões adormecidas, simpatias acomodadas, vontades até aqui contidas. Nós, que fazemos parte da Turma do Saco, estamos um cofo de ânsia. Estamos ansiosos para ver pessoas que há anos não vemos, para bebemorar os quarenta, lembrar um pouco, ou o tanto que o tempo der, das coisas que fizemos na e pela Turma do Saco. Rir à toa, conversar amenidades, abraçar os amigos, chorar de alegria, chorar de paixão, quem sabe. Lembrar amores passados, que se foram, ou amores que se transformaram em sólidas famílias. Talvez, nada disso, mas apenas queremos ficar juntos. Juntos como crianças ao frio, carentes do colo quente da Mãe África, amamentando-nos do leite farto da cultura que exala da conjunção de temas derramados à avenida no curso desses 40 anos.
Nessa corrida, pensamos assim, apesar dos quarenta estamos aqui. O carnaval ludovicense poderia estar mais belo. Que falta nos faz a participação de blocos como o URTA – Unidos do Regional Tocado a Álcool, a Turma do Fola, Unidos do Retiro Natal, Cem Komentários, Unidos do Codozinho, a Turma do Lamê, a Turma do Xará. Ah, como fazem falta tantas outras brincadeiras que sucumbiram ao longo desses 40.
Fico triste quando penso que a comissão organizadora do carnaval ludovicense nem tenha pensado nisso e nos trata assim como se trata qualquer um, nos dando apenas 15 minutos para derramar na passarela os nossos oitocentos anseios, a cantar, aos risos, e, ou às lágrimas:
Me leva, me leva nessa maresia
Nas assas dessa poesia, eu vou
Me leva, me encanta com essa melodia
Que eu vou encantar a Ilha do Amor.
Ah, meus caros diretores, este não é um assunto para a Diretoria colocar na pauta da Comissão que organiza o carnaval? Vem gente do interior, vem gente de outras cidades vizinhas, vem gente que está distante, só para comemorar os 40. Quantas administrações municipais passaram por aqui nesses 40 anos? Parafraseando o Jorge Aragão, eu me permito dizer: - Respeitem quem pode chegar onde a gente chegou. Este ano, a participação do Saco é mais que um simples desfile competitivo, é uma festa, a festa dos 40. Vamos para avenida com uma vontade imensa de nos divertir com quem lá estiver nos esperando. Queremos dançar, cantando:
 Agora, com os meus 40 de idade
Eu vou com esta Mocidade
Aonde a vida me levar
Creiam, tudo que vier depois de todo o nosso esforço, da festa, da dança, do canto, dos encontros e reencontros, serão meras consequências. Pois quem tem 40 anos de participação numa festa popular como esta, é mais que uma brincadeira, é mais que uma invenção de jovens impulsivos dos anos 1970, é uma t r a d i ç ã o, isto mesmo, a Mocidade Independente Turma do Saco – MITS é mais que um bloco organizado a desfilar na passarela do carnaval de São Luís. A Mocidade Independente Turma do Saco, a nossa MITS, é uma t r a d i ç ã o e ponto. Por tudo que somos e estamos, cantemos:
Bendita seja a Ilha
Que tem no seio um bairro assim tão divertido
Eu sou o Codozinho
E trago um saco de amores colorido
Bendita é a Turma do Saco
Há 40 anos a cantar
Um canto de paz
E felicidade
Que espalha amor
Por toda esta cidade!
 



Postar um comentário