segunda-feira, 7 de maio de 2012

As mensagens


As mensagens sempre conduzem na essência algum tipo de impacto emocional para o espírito humano.
Este pode ser negativo ou positivo, mas estará sempre presente na mensagem: é o recado que dela emana.
A internet incrementou a mensagem, aliando à letra, a música e a imagem, dois componentes que se bem equacionados ajudam no envolvimento espiritual daqueles/as que a leem. A imagem leva aos olhos a beleza do além, do belo, de alhures antes sequer sonhados, entretanto, quando ao alcance dos olhos, passa a fazer parte do desejo humano. A música, lenitivo maior da alma, nos ajuda nessa viagem de contemplação, envolvimento, aprendizado, desejo. Envolve-nos ainda numa espécie de assepsia espiritual, higiene mental, lavagem da alma, nos deixando leves e livres para sorver cada frase, pasmar com as imagens e embriagar-nos com a melodia que salta das cordas, das teclas, dos metais, dos couros - naturais, ou sintetizados – sempre envolventes. Agora não somos só leitores, mas já nos sentimos envoltos na própria mensagem, passamos a fazer parte dela, pela forma que com ela nos identificamos. Ela nos toca, nos provoca, nos convida, nos envolve. Pronto! Realizado está o desejo de quem a desenhou, compôs, formatou, configurou...
Assim são as mensagens.
Há mensagens que nos envolvem pelo conteúdo semântico;
Há mensagens que nos seduzem pelas imagens;
Há mensagens que nos embriagam pelas melodias que as compõem.
Há aquelas que a um só tempo nos envolvem, nos seduzem e nos embriagam, porque nelas a palavra, a imagem e a música estão combinadas de tal forma e com tamanha harmonia, que sem percebermos nos deixamos levar numa viagem emocionalmente salutar... viajar, viajar, viajar...
Há mensagens que para além de tudo que possa conter nos prendem da mesma forma, não ao seu conteúdo; palavra, imagem, som, apesar de significantes, não significarão tanto, quanto as pessoas que as remetem. Porque a lembrança que estas têm dos destinatários valem mais que a própria mensagem. Porque a lembrança é a própria mensagem da significação do destinatário.
Então, quem diria?! A mensagem, agora mera mensageira, nos entrega a mensagem da significação da amizade. Então a música, a palavra, a imagem passam a ter um único e inconfundível significado:
- Ei, você que recebe esta mensagem é muito, muitíssimo importante para mim.
Lembrar-se é a mensagem.

Postar um comentário