segunda-feira, 13 de junho de 2016

Mais uma derrota da diretoria do Sampaio


É provável que os torcedores mais antigos do Sampaio Corrêa Futebol Clube lembrem do saudoso dirigente Antônio Bento. Cartola de históricas tiradas, costumava despedir um time todo e contratar um novo elenco. Claro que não dava certo embora fizesse a festa da imprensa que tinha muito assunto para publicar.
Tempos passados. Hoje o saudoso cartola cairia apenas no fosso do ridicularismo, como faz a atual direção do Sampaio.
Hoje nenhum clube de futebol logra êxito nas competições em que participa se não tiver alicerçado num planejamento estratégico que vise um longo horizonte temporal.
Nos tempos atuais o conceito de equipe tem sido muito estudado, tem sido muito discutido por empresas que estão sempre muito dispostas a pagar interessante preço por palestras de exitosos técnicos e/ou atletas, para que esses motivem seus empregados, falando da importância do desempenho de indivíduos dentro de equipes.
Equipes têm que ter conjunto, entrosamento, conhecimento, confiança, ousadia, criatividade, compromisso, objetivo, meta. Isso não se consegue juntando um bando de desconhecidos e lhes vestindo uma farda de uma empresa ou uma equipagem de um clube de futebol. Se não houver capacitação, treinamento, o exercício da função ficará comprometido, ineficaz, sem eficiência.
Hoje um comentarista disse algo que expressa muito bem a situação atual do Sampaio Corrêa Futebol Clube. Ele disse :"É muito difícil armar um time de futebol durante um campeonato em que os clubes quase não têm tempo de treinar".
O CRB não é lá muita coisa, tanto assim que mesmo com um jogador a mais se viu muitas vezes encurralado pelo Sampaio, mas falta-nos o amálgama que faz de onze jogadores de futebol um time. Como torcedor, vou continuar torcendo e pagando na esperança que o Tubarão volte devorar as sardinhas, ao invés de ser triturado por elas.

Obrigado por comentar.
Postar um comentário